Sábado, 11 de Junho de 2016

Vazio.

Já nada sai, já nada fica.

Queria escrever, mas faltam-me as palavras, e aquelas que sobram são só mais das mesmas, mais sobre o mesmo.

Confessar o que vai cá dentro tornou-se inútil, já confessei tudo, não tenho nada, estou vazia. Vazia de palavras e sentimentos.

Volto ao ciclo viciante em que a vida se tornou, a roda anda, uma, duas, três vezes, e volta ao inicio, uma, duas, três vezes, nunca pára, nunca.

Cá estou eu, vazia e seca, com histórias por contar e nenhuma por viver, um pouco sem sentido, um pouco sem rumo.

E tudo volta ao mesmo, mais uma vez.

tags:
with love, hope às 00:11
link | comentar | favorito (1)
4 comentários:
De alaska collins a 11 de Junho de 2016 às 14:57
espero que fique tudo bem. Infelizmente todos temos fases e algumas não tão boas. Beijinhos :)
De Carolina Cruz a 11 de Junho de 2016 às 22:22
Tudo volta ao mesmo sempre com fé de que algum dia mude, sei a sensação. Gosto dessas tuas palavras, mesmo que tristes, não sei se é ficção mas a verdade é que muitas vezes é quando estamos mais tristes que os nossos textos saem mais profundos.
Há sempre o lado bom das coisas más.

Como faço para entrar em contacto contigo? Gostava de te fazer um convite para o meu blog ;)

Beijinhos *
De alaska collins a 12 de Junho de 2016 às 20:41
sei bem qual é a sensação, o coração costuma ganhar as batalhas quando há que ser racional por muita determinação que ás vezes se tenha. Espero que fique tudo bem, beijinhos :)
De Carolina Cruz a 13 de Junho de 2016 às 17:58
Queria te convidar para fazeres parte de uma rubrica que faço com outros bloggers à quarta-feira.
Se estiveres interessada, espreita o link, onde eu explico tudo.

http://gestoolharesorriso.blogs.sapo.pt/completas-me-1-com-ana-ribeiro-158349


Aguardo a tua resposta, beijinhos :) *

Comentar post

hope © 2010 - 2017